O DIA DO MÉDICO


Por, Nislete  Luz,


18 de Outubro!

Cada profissão tem o seu grau de importância numa sociedade. E, sem dúvidas a medicina é primordial e essencial. Afinal, quem nunca precisou de cuidados médicos?

Vamos aproveitar esta data escolhida para homenagear estes profissionais guerreiros e desejar força, foco, proteção e resultados promissores em tudo que fizerem. 

Parabéns, a estes profissionais, que investem, não apenas dinheiro, mas tempo e longos anos da vida na especialização, que abraça com seriedade pela missão de salvar vidas! 

A Partir da sua formação, assumem a responsabilidade de fazer deste talento tão lindo, uma arma contra males que assolam a saúde da vida humana e dos animais(veterinária) em quaisquer lugar do universo.

Não é difícil mensurar, a dedicação e comprometimento que a profissão exige, certamente o ofício de doutor (médico)é digna de aplausos, merece reconhecimento.

Foi uma honra trabalhar ao lado do Doutor e Professor; Antônio Fernando Gonçalves da Rocha, fundador da Instituição Centro de Medicina Nuclear da Guanabara(RJ) no ano 1970.

 Pude conhecer um pouco da sua história e, o quanto extraiu do talento que Deus lhe deu para dedicar-se a Saúde humana. Vendeu a Clínica no ano 2017.

Foi homenageado pelos Médicos, profissionaisTécnicos e equipes dos diversos setores das unidades da instituição espalhadas no Rio de Janeiro. 

Já com os seus 80 anos de idade, mas de aparência mais jovem. Chegava na Clínica bem cedo, sempre com muita elegância e de uma postura física e moral incontestável.

Quando alguém vê uma pessoa bem sucedida financeiramente, raramente consegue perceber imediato, ou, imaginar o quanto a pessoa sofreu, lutou, nem quais tipos de desafios enfrentou para chegar aonde chegou!

Como Ouvidora, eu observava a rotina de muitos médicos e profissionais da área técnica; o quanto enfrentavam dificuldades durante a incansável missão de cuidar da saúde de outras pessoas, com tolerância e as vezes colocando a própria saúde em risco.

Não precisa ser especialista para compreender que, um médico enfrenta situações sobre doenças gravíssimas desde o inicio do mundo.



Entretanto, nesta geração esta realidade ficou em evidência no período da avassaladora pandemia coronavírus (covid 19- que iniciou ano 2020).

Certamente, foi um período mais desafiador e angustiante a muitos profissionais da Medicina. 

Não apenas pela gravidade da doença, mas pela maneira que estes profissionais foram cobrados. Não podemos esquecer que são humanos, sujeitos a erros  e que também em algum momento precisam de cuidados. 

 Que o Médico dos médicos dê sabedoria, proteção, proporcione equilíbrio, e possa contar sempre com esse talento para operar, avivar esperanças nos corações desesperançados, devido alguma doença etc. 

Parabenizamos a todos os doutores da medicina, por esta profissão tão linda que não escolhe tempo, para mostrar o amor pelo semelhante. 

Que a sociedade saiba ser grata a estes profissionais.

Dedico esta homenagm ao prezado Professor e Dr. Fernando Gonçalves da Rocha, e a sua esposa Sra. Maria Helena(Diretora no período ). 

Fazendo parte do quadro de funcionários na sua Clínica como Ouvidora, assisti exemplos de humanidade e respeito pela vida das pessoas!

Também dedico a Dra. Laura Mattos,(Cardiologista).  

Através do atendimento desta médica, foi diagnosticado um derrame na pleura, ocasionado por um infarto que quase me levou a óbito no ano 2016.  No Período, ficou evidente o seu profissionalismo que eu tanto ouvia outros pacientes elogiarem.

 Me atendeu com humanidade, carinho e profissionalismo. Soube falar que o problema era grave sem me assustar e me confortar naquele momento delicado da minha vida.

 Através da fé o Médico dos médicos(Deus)fiquei totalmente curada.

 Agradecimentos ao atendimento espetacular dos profissionais da saúde que me atenderam na Clínica Ênio Serra.

Meu muito obrigada também a Dra. Ingrid, que fez a cirurgia no Ullen Gabriel Luz no ano 2018.

Parabéns a todos os Médicos do universo!

VOCÊ SABIA?

 Existiu médico que foi considerado o Pai da Medicina.

Ele foi o precursor desta profissão tão significante e importante na vida humana.

 Toda sabedoria e inteligência vem do Criador de todas as coisas e através desta dádiva, o ser humano tem capacidade de; criar, desenvolver, copiar e realizar as mais diversas façanhas.  

Hipócrates -(em grego antigo: Ἱπποκράτης, transl. Ippokráti̱s. Nasceu  no 460 a.C-(antes de Cristo), em Cós; e faleceu † 370 a.C. em Tessália). Cós fica na Grécia. 

O Porto da cidade de Kos. Cós ou Kos (em grego: Κως; em turco:  İstanköy; em italiano: Coo — formalmente Stanchio), em Ruínas de uma ágora na cidade de Cós.

 A Ilha foi colonizada originalmente pelos carianos. Hipócrates foi considerado por muitos uma das figuras do florescimento intelectual grego, como Demócrito, Sócrates e Aristóteles. 

Também considerado um dos homens mais importantes da história da medicina, e denominado: pai da medicina. Apesar de ter desenvolvido esta ciência, muito depois de Imhotep do antigo Egito. Ele é referido como uma das grandes figuras do Hipócrates.

Era membro de uma família que durante várias gerações praticavam os cuidados da saúde.

Conta a história que ele nasceu numa ilha grega, e que os dados sobre a sua vida seriam incertos ou pouco confiáveis. Contudo, pesquisas revelam que ele viajou pela Grécia, e que esteve no Oriente. 

Nas obras hipocráticas há uma série de descrições clínicas pelas quais se pode diagnosticar doenças como a malária, papeira, pneumonia e tuberculose. Para Hipócrates, muitas epidemias relacionavam-se com fatores climáticos, raciais, dietéticos e do meio onde as pessoas viviam. 

Muitos dos seus comentários nos Aforismos, até a atualidade são válidos. Nos seus escritos sobre anatomia contêm descrições claras, tanto sobre instrumentos de dissecação, quanto sobre procedimentos práticos.

Lendo a sua história é possível concluir que ele foi um líder incontestável da chamada (Escola de Cós). O Que resta das suas obras testemunham a rejeição da superstição e das práticas mágicas da saúde primitiva direcionando os conhecimentos sobre Saúde no caminho científico.

Hipócrates fundamentou a sua prática e a sua maneira de compreender o organismo humano, incluindo a personalidade. 

Na Teoria dos quatro humores corporais: sangue, fleugma ou pituíta, bílis amarela e bílis negra. Que, relativamente às quantidades presentes no corpo, levariam a estados de equilíbrio (eucrasia), ou de doença e dores (discrasia). 

Esta teoria influenciou, por exemplo; a Galeno, que desenvolveu a teoria dos humores e que dominou o conhecimento até o século XVIII. 

 Sua ética, resume-se no famoso Juramento de Hipócrates. Porém, alguns autores afirmam que o juramento teria sido elaborado numa época bastante posterior.

Na Filosofia prática da medicina atribuída à Hipócrates, e reunida no Corpus Hippocraticum, as doenças, durante um certo tempo, evoluem de forma silenciosa até alcançarem o momento crucial, chamado de; krisis (crise). 

O momento em que a doença se define, rumo à cura, ou não.Um bom médico deve identificar o kairós em (momento oportuno) de agir. 

Esse tempo (kairós) não dura muito(khronos) e, portanto, um médico não tem tempo a perder.

No mês de Julho 2017,  o ministro das antiguidades do Egito anunciou que monges do Mosteiro Ortodoxo de Santa Catarina, durante um trabalho de restauração de um manuscrito do século V(5), descobriram textos médicos escritos por Hipócrates. 

O Juramento de Hipócrates:
Eu juro, por Apolo, médico, por Esculápio, Higia e Panacea e por todos os deuses e deusas, eleitos como minhas testemunhas.

Juro cumprir, segundo meu poder e minha razão, a promessa que se segue: estimar, tanto quanto a meus pais, aquele que me ensinou esta arte; fazer vida comum, e se necessário for, com ele partilhar meus bens. 

Ter seus filhos; ensinar-lhes esta arte, se eles tiverem necessidade de aprendê-la, sem remuneração e nem compromisso escrito; fazer participar dos preceitos, das lições e de todo o resto do ensino. 

Meus filhos, os de meu mestre, e os discípulos inscritos segundo os regulamentos da profissão. Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendimento, nunca para causar dano ou mal a alguém. 

A ninguém darei por comprazer, nem remédio mortal nem um conselho que induza a perda. Do mesmo modo não darei a nenhuma mulher uma substância abortiva.

Conservarei imaculada a minha vida e  a minha arte. Não praticarei a talha, mesmo sobre um calculoso confirmado, deixarei essa operação aos práticos que disso cuidam.

Em toda a casa, aí entrarei para o bem dos doentes, mantendo-me longe de todo o dano voluntário, e de toda a sedução sobretudo longe dos prazeres do amor, com as mulheres ou com os homens livres ou escravizados.

Aquilo que no exercício ou fora do exercício da profissão e no convívio da sociedade, eu tiver visto ou ouvido, que não seja preciso divulgar, eu conservarei inteiramente secreto.

Se eu cumprir este juramento com fidelidade, que me seja dado gozar felizmente da vida e da minha profissão, honrado para sempre entre os homens; se eu dele me afastar ou infringir, o contrário aconteça.

O Livro sagrado(Bíblia), relata que não devemos jurar por nada e, acredito que na época dos seus escritos, ainda não tinham este conhecimento ou percepção sobre o juramento. 

Entretanto, acredito que esta era a maneira de expressar a seriedade de manter e honrar a palavra e a profissão. Vale focar no sentido sublime e amplo que a medicina representa. 

                Por Nislete Luz


Comentários