Covid-19, devastação nas empresas.

A Pandemia covid-19 causou impacto da nas empresas. De acordo com divulgação do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia Estatística) nesta quinta-feira (16 de Julho de 2020). 

Nesta quinta-feira, o IBGE destacou a pesquisa sobre empresas fechadas, temporariamente ou definitivamente na primeira quinzena do mês de Junho de 2020, quatro foi devido a pandemia covid 19.

Segundo dados, 99,2%  das empresas que encerraram as atividades, eram de pequeno porte com até 49 funcionários.Segundo a pesquisa; na primeira quinzena de Junho, estimam que existia no País, 4 milhões de empresas. 

2,7 milhões (67,4%) em funcionamento total ou parcial. 610,3 mil (15,0%) fechadas temporariamente e 716,4 mil (17,6%) encerradas definitivamente.No total: 1,3 milhão de empresas encerraram as atividades no período. Sendo 522,7 mil (39,4%) por causa da pandemia.

 Destas, a maior parte (518,4 mil, 99,2%) eram de pequeno porte (até 49 empregados), 4,1 mil (0,8%) de porte intermediário (de 50 a 499 empregados), e 110 (0%) de grande porte (mais de 500 empregados).

As restrições por causa da pandemia, levaram shoppings a investir em vendas ao ar livre e online.Os setores mais prejudicados foram serviços, com 258,5 mil (49,5%) empresas fechadas; 

comércio, com 192,0 mil (36,7%); construção, com 38,4 mil (7,4%); e a Indústria com 33,7 mil firmas que encerraram as suas atividades (6,4%). O fechamento obrigatório do comércio durante a quarentena, forçou  empreendedores do ramo dos shoppings centers repensarem próximos investimentos. 

Enquanto esperavam a recuperação das vendas, as empresas investiam em novos formatos de compra e alternativas que proporcionem ao consumidor, segurança e desperte vontade de voltar a frequentar os estabelecimentos.

Uma das apostas é acelerar a conexão do comércio físico ao eletrônico, e possibilitar que os lojistas realizem as vendas de maneira remota.

 Outro investimento necessário é a revitalização dos imóveis, luz natural;agregar espaços verdes, ar livre e áreas integradas aos espaços externos, estes até já estavam nos planos  de empreendedores, e acabaram catalisados pela pandemia.

O objetivo é dar mais visibilidade aos produtos e utilizar os shoppings como centros de distribuição. Essa estratégia virou unanimidade no setor e está sendo levada adiante por diversas companhias.




Comentários