Como SERÂO os adultos do Futuro?

         PAIS e MÃES! 

Muitos usam a frase; educação vem de berço, associando apenas a boa educação. Na realidade, qualquer tipo de educação e formação moral ou imoral,(boa ou ruim, negativo ou positivo), começa a partir de casa.

Esta expressão: "vem de berço", significa, das raízes; morais, culturais,
 do meio de convivência que a pessoa é criada, educada e desenvolve hábitos, costumes e manias, não propriamente do local físico(geográfico).

Por exemplo: se uma criança crescer vendo os pais em bares, bebendo, fumando, xingando, ouvindo músicas sensuais, e não tiver nenhuma referência e suporte, contrários a estes maus hábitos, é mais provável que siga as mesmas rotinas dos seus "educadores,entre aspas".

 Já viu os bebês nascerem xingando, mentindo, ou fazendo quaisquer coisas fúteis? Talvez o leitor diga que a frase acima seja óbvio que não acontece. Mas, a realidade que assistimos por aí, é muito diferente deste conceito.

 Já presenciei adultos ensinarem crianças a xingar, falam palavrões e outras coisas ruins na frente dos pequenos, sem se importarem com as influências ruins e tristes de assistir. Estas atitudes revelam o quanto não compreendem que, amor e bagunça, não combinam, porque aonde existe amor, existe ordem, respeito e disciplina.

Todos sabemos que os adultos de hoje, foram às crianças do passado. E as crianças de hoje, serão os adultos do futuro.

 Provável que os adultos do futuro, serão de acordo com o que lhes for apresentado no presente(infância), durante o seu desenvolvimento.      

 O Livro Sagrado adverte em (Pv 22:6): ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele. Existe quem conheça este verso,sem se atentar na profundidade. Pois, conhecer e não colocar em prática, não fará nenhuma diferença!

Crianças são fofuras, mas não são bonecos, elas crescem e são dotadas de corpo, alma e espírito; precisam de cuidados específicos em todas estas áreas e fases, até que consigam administrar a própria vida, conscientes dos seus direitos e deveres na sociedade.                          

Por isso; é importante ter cuidado sobre o que ensina aos filhos, ou, sabe que precisa ensinar para trilhar o caminho do respeito e do bem, mas não faz.   Já ouvi pessoas se lamentarem e culparem a Deus, por terem tantos filhos sendo pobres, pensei; como assim? Reflita também: Que culpa tem Deus se não seguirmos os conselhos que Ele nos deixou registrado em dois testamentos? 

De quem é a culpa se colocar filhos no mundo sem estrutura para educar, já que fomos dotados de livre arbítrio? Porquê a Palavra de Deus, NÃO ensina gerar filhos da prostituição.Também NÃO ensina que mesmo casados, devem procriar sem estrutura para educar, ou sustentar a outra vida adequadamente, em cada área específica. 

Com os avanços tecnológicos, os meios de educação se multiplica por toda parte. Será que todos desconhecem as consequências do ato sem proteção entre um homem e uma mulher?

Todos sabem que, além do risco de doenças, uma das consequências é gerar outra vida.Pense; um bebê não existia quando os progenitores provocaram a sua chegada ao mundo sem planejamento.

Com exceção, casos de pessoas inocentes, crianças que sofrem abusos, mulheres forçadas por marginais, ou, aquelas que crescem largadas, e nem sabem porque existem.

A maioria que praticam sem proteção, sabem muito bem o que estão fazendo naquele momento, inclusive o marginal que comete barbaridades com menores. Então, porque quando colhem os frutos dos seus atos, querem culpar a Deus, o governo, ou outros, e, se isentam da própria responsabilidade?

Talvez tenha se permitido por falta de conhecimento, ou; seguiu exemplos e conselhos errados sem usar o próprio raciocínio? O Legal é saber que ninguém é perfeito, todo humano erra! Mas, pode aprender com os erros, sem culpar terceiros e recomeçar fazendo tudo diferente.

O que tens feito? saiba mais.



Apostasia dos últimos tempos

@nisleteluz



Eletros,móveis, Celulares e muito mais